in

Adeus, senha: bracelete que memoriza batimento cardíaco abrirá tudo

Startup canadense conseguiu US$ 14 milhões de fundos de investimento para desenvolver o Nymi, equipamento que acompanha seu coração e destrava tudo pelo caminho

Enquanto muitos serviços do dia a dia ainda implementam a leitura de digitais e a maioria segue com a boa e velha senha, a startup canadense Bionym trabalha num bracelete que memoriza seus batimentos cardíacos e que teria capacidade de destravar tudo.

O projeto começou depois que se descobriu que cada ser humano tem um ritmo cardíaco único, tal qual impressões digitais. Este bracelete, Nymi, promete gravar seus batimentos e tê-los para te reconhecer logo que o vestir. Daí em diante, tudo se abre.

Para que fique mais claro, o Nymi não mede exatamente batimentos cardíacos, mas impulsos elétricos gerados pelo coração, tão únicos quanto impressões digitais.

A porta e o porta-malas do carro abrem com um movimento das mãos, uma conta pode ser paga ao encostar o bracelete no leitor, um computador e um tablet destravam ao se aproximarem do usuário… Esses são alguns fins que a empresa diz ser possíveis.

Se vai vingar e chegar ao consumidor comum, ainda não dá para saber, mas a Bionym conseguiu aporte de US$ 14 milhões de fundos de investimento para tocar o projeto. Com o dinheiro, a startup pretende fabricar 10 mil produtos e vendê-los em breve.

Fonte: GQ Brasil

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=jUO7Qnmc8vE

What do you think?

Written by Ricky Terezi

Jornalista, produtor cultural, agora blogueiro, filho de Terezinha e Alvimar.
Natural de Montes Claros-MG. Mora em New York.

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

GIPHY App Key not set. Please check settings

Brasileiro é pago para viajar pelo mundo

Banco do Brasil em New York exibe “Kindoms Art Exhibition”