in

Dormir mal “envelhece” homens em cinco anos, diz estudo

ESTUDO AMERICANO MONITOROU HOMENS MAIS VELHOS E DESCOBRIU QUE CAPACIDADE COGNITIVA, A QUE DEFINE DECISÕES DO DIA A DIA, CAI CONSIDERAVELMENTE QUANDO O SONO É RUIM

Dormir e acordar várias vezes durante a noite ou dormir mal, em especial no caso de homens mais velhos, pode reduzir a capacidade cognitiva. Para ser mais claro, a má qualidade do sono tem um efeito similar ao de cinco anos a mais de idade, diz um novo estudo, feito pelo departamento de pesquisas do Centro Médico da Califórnia Pacific, nos Estados Unidos.
Terri Blackwell, um dos pesquisadores, coletou os dados de 2.822 homens cuja idade média era de 76 anos. Por cinco noites, os participantes usaram um dispositivo no pulso enquanto dormiam que fornecia, para os estudiosos, os dados sobre a qualidade do sono. Durante o dia, este aparelho media a capacidade cognitiva desses indivíduos, e os dados eram cruzados.
Os pesquisadores descobriram que o sono de má qualidade ou fragmentado aumenta em 40% a 50% as chances de uma perda significativa em capacidades essenciais no dia a dia. Fazer planos, tomar decisões, corrigir erros, resolver problemas, pensar abstratamente, todas essas são atitudes foram prejudicadas em homens que não dormiram bem.
Dormir bem, inclusive, é mais importante do que dormir muito. “Foi a qualidade do sono que mudou a capacidade cognitiva neste estudo, não a quantidade”, concluiu Blackwell.

Fonte: GQ Brasil

What do you think?

Written by Ricky Terezi

Jornalista, produtor cultural, agora blogueiro, filho de Terezinha e Alvimar.
Natural de Montes Claros-MG. Mora em New York.

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

GIPHY App Key not set. Please check settings

Cães no clima do Dia das Bruxas desfilam em Nova York

Medalhão de filé mignon