in

Os bairros mais caros para se viver em Nova York

Nova York é uma das cidades mais caras para se viver no mundo e isso todo mundo já sabe. Em janeiro deste ano, por exemplo, um apartamento no edifício One 57, próximo ao Central Park, foi vendido por US$ 100 milhões (R$ 380 milhões) e se tornou a maior venda imobiliária da história da cidade.

Na onda das transações milionárias, o site “The Most Expensive Homes” investigou quais os bairros mais caros para se viver em Nova York. Os preços médios são de US$ 2 milhões (R$ 7,6 milhões) por casas ou apartamentos. Para quem quiser investir, Glamurama mostra os preços e os lugares na galeria.

Soho: conhecido pelas lojas elegantes e cafés, o bairro é também o lugar mais caro para se morar em Nova York na média. Muitos dos prédios foram construídos em lugares que originalmente era armazéns do século 19 com fachadas em ferro fundido, tetos altos e uma estrutura que pouco se vê em construções mais novas. No SoHo, por exemplo, a penthouse no histórico Puck Bildin, foi vendida por US$ 28 milhões (R$106 milhões). Já a torre de 16 andares na 10 Sullivan, terá uma piscina privada de US$ 45 milhões (R$171 milhões). O preço médio dos aparatamentos à venda no SoHo é de US$2,7 milhões (R$10,2 milhões)

SoHo: conhecido pelas lojas elegantes e cafés, o bairro é também o lugar mais caro para se morar em Nova York na média. Muitos dos prédios foram construídos em lugares que originalmente era armazéns do século 19 com fachadas em ferro fundido, tetos altos e uma estrutura que pouco se vê em construções mais novas. No SoHo, por exemplo, a penthouse no histórico Puck Bildin, foi vendida por US$ 28 milhões (R$106 milhões). Já a torre de 16 andares na 10 Sullivan, terá uma piscina privada de US$ 45 milhões (R$171 milhões). O preço médio dos aparatamentos à venda no SoHo é de US$2,7 milhões (R$10,2 milhões)

TriBeCa: Em segundo vem TriBeCa que atualmente é o lar dos famosos em Nova York. Por lá é possível cruzar com Jay Z, Meryl Streep e muitos outros. Assim como o SoHo, Tribeca também tem diversos prédios históricos que foram transformados em lofts de luxo com pés direitos altos, grandes janelas e decks com acabamentos de primeira. Uma torre nova chamada Jenga-like, na 56 Leonard Street, ainda em construção, terá apartamentos de US$ 45 milhões (R$ 172 milhões) e as vendas já estão quase esgotadas. O preço médio dos apartamentos no bairro é de US$ 2,5 milhões (R$ 9,5 milhões).

TriBeCa: Em segundo vem TriBeCa que atualmente é o lar dos famosos em Nova York. Por lá é possível cruzar com Jay Z, Meryl Streep e muitos outros. Assim como o SoHo, Tribeca também tem diversos prédios históricos que foram transformados em lofts de luxo com pés direitos altos, grandes janelas e decks com acabamentos de primeira. Uma torre nova chamada Jenga-like, na 56 Leonard Street, ainda em construção, terá apartamentos de US$ 45 milhões (R$ 172 milhões) e as vendas já estão quase esgotadas. O preço médio dos apartamentos no bairro é de US$ 2,5 milhões (R$ 9,5 milhões).

The Flatiron District: um dos bairros mais animados de Nova Yok, além de ser um dos mais bonitos ainda tem entrado na rota dos hotéis de luxo e restaurantes bem criticados pelos especialistas. JenniferLopez, Chelsea Clinton são algumas das celebridades que já garantiram o seu apê. Na 45 East 22nd Street está sendo construído um prédio em que a cobertura custará cerca de US$ 40 milhões (R$ 153 milhões). O preço médio para morar lá é US$ 1,45 milhão (R$5,6 milhões)

The Flatiron District: um dos bairros mais animados de Nova Yok, além de ser um dos mais bonitos ainda tem entrado na rota dos hotéis de luxo e restaurantes bem criticados pelos especialistas. JenniferLopez, Chelsea Clinton são algumas das celebridades que já garantiram o seu apê. Na 45 East 22nd Street está sendo construído um prédio em que a cobertura custará cerca de US$ 40 milhões (R$ 153 milhões). O preço médio para morar lá é US$ 1,45 milhão (R$5,6 milhões)

Midtown Manhattan: Conhecido por abrigar prédios comerciais, na verdade Midtown está se preparando para ser um dos bairros mais luxuosos de Nova York. O motivo é o zoneamento da área que permite prédios altos e grandes. É lá que está o apartamento mais caro de Nova York vendido por US$ 100 milhões (R$ 380 milhões). O preço médio dos apartamentos lá é de US$ 1,22 milhão (R$4,66 milhões)

Midtown Manhattan:Conhecido por abrigar prédios comerciais, na verdade Midtown está se preparando para ser um dos bairros mais luxuosos de Nova York. O motivo é o zoneamento da área que permite prédios altos e grandes. É lá que está o apartamento mais caro de Nova York vendido por US$ 100 milhões (R$ 380 milhões). O preço médio dos apartamentos lá é de US$ 1,22 milhão (R$4,66 milhões)

Chelsea: Os bairro é um dos mais valorizados atualmente por conta do parque elevado High Line, que transformou o Chelsea em um hotspot associado aos seus bons restaurantes, o Chelsea Market e galerias de arte, entre outras diversões. Com isso, veio a valorização imobiliária. O preço médio atual dos apartamentos por lá atualmente e de US$1,06 (R$ 4 milhões)

Chelsea: Os bairro é um dos mais valorizados atualmente por conta do parque elevado High Line, que transformou o Chelsea em um hotspot associado aos seus bons restaurantes, o Chelsea Market e galerias de arte, entre outras diversões. Com isso, veio a valorização imobiliária. O preço médio atual dos apartamentos por lá atualmente e de US$1,06 (R$ 4 milhões)

Fonte: Glamurama

What do you think?

Written by Ricky Terezi

Jornalista, produtor cultural, agora blogueiro, filho de Terezinha e Alvimar.
Natural de Montes Claros-MG. Mora em New York.

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

GIPHY App Key not set. Please check settings

13 coisas que você faz todo dia e são ilegais na Coreia do Norte

Vila dos Bilionários em NY sofre com desaquecimento imobiliário